quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Lipodistrofia: hospitais conveniados farão tratamento

Intenção é ampliar a assistência aos problemas provocados pelo uso de antirretrovirais

Atendendo reivindicação de pacientes soropositivos, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) está credenciando o Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc) e o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) como unidades de referência para o tratamento de lipoatrofia e lipodistrofia, respectivamente. A intenção é ampliar a assistência aos problemas, que são efeitos colaterais do uso contínuo de antirretrovirais. As enfermidades provocam perda ou acúmulo de gordura em algumas partes do corpo, como na barriga, braços, pernas e na face, podendo ocasionar problemas estéticos graves. 
 Os detalhes do funcionamento dessas unidades, que já começam a atender na próxima segunda-feira (10/10), serão apresentados nesta quinta-feira (06/10), pelo secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Figueira, e pelo coordenador do Programa Estadual de DST/Aids da SES, François Figueirôa. A apresentação será realizada na sede da SES, no Bongi, às 10h. “A lipodistrofia acomete um grande percentual de pacientes e traz problemas estéticos e psicológicos, que refletem na própria adesão ao uso de antiretrovirais. Com esse tratamento, é possível recuperar a auto-estima do paciente”, explica o secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Figueira.

Fonte/SES
Postado por Hozana Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...